Este livro traz-nos os poemas de Daniel Gonçalves acompanhados pelas fotografias de Pepe Brix, que resultam de uma viagem à Índia e ao Nepal, entre os meses de dezembro de 2011 e abril de 2012. A poesia foi composta em Lisboa, Santa Maria e Santo Tirso, entre maio e setembro de 2012, e finalizada em novembro de 2013 e maio de 2014. Recebeu o Prémio Literário António Cabral e o Prémio Literário Cidade de Almada. 

quis dizer que tinha chegado de muito longe, como forma de soletrar o meu nome ou apoderar-me da luz indecisa no escorrer da tarde. mostrei apenas as minhas mãos, tão desocupadas mãos que apenas seguram a tua falta. ao meu lado há-de estar sempre uma cadeira vazia. os cães aperceberam-se já disso e avizinham-se, mostram-me o lado certo da rua. as primeiras casas são assim, sem porta nem nome. lá dentro não desconfiam da minha curiosidade, aceitam a minha sede e reconhecem a origem do meu espanto. sou um relógio que ainda não se ajustou à respiração deste chão. em breve, todavia, as horas deixarão de pesar e uma música há-de pôr as palavras certas à minha frente.

 

Daniel Gonçalves


Título: ensaio sobre o comprimento do silêncio

Autor: Daniel Gonçalves

Colecção: Cadernos de Poesia

Nº de páginas: 104

Ano de edição: 2014

Formato: 240 x 165 mm

Acabamento: brochado

ISBN: 978-989-98795-5-3

Código editor: 1.01.005

PVP: 15,90€

Leia um excerto do livro



Outros livros que lhe poderão interessar

Junte-se a nós no facebook e twitter