Reedição do volume originalmente publicado em Coimbra, em 1955, onde Miguel Torga deixa as suas impressões sobre a ex-colónia, onde passou vários anos, e a sua relação com Portugal.

 

Íntimo e apaixonado pelo Brasil, onde viveu intensamente a perceção do futuro da maior realização colonial portuguesa, começa com estas palavras: "Portugal devia fazer com o Brasil o que certos autores exigentes fazem com os livros que escrevem: refundir sempre que possível a versão original." Com este ponto de partida, a sua imaginação criadora enriqueceu a correspondência com Ribeiro Couto, de que publicou uma carta com que fecha o volume, e da qual retiro este parágrafo, referente às diferentes migrações, em que avulta a portuguesa: "deixaram de ser o que eram, e amam o que as fez diferentes. Aceitar uma vida sem passado, eis a grandeza dos povos americanos. Do povo brasileiro em particular, que não tem uma pedra carcomida onde repouse a memória. O estímulo só lhe pode vir do futuro que construir. Não calculas o respeito que senti por certos camaradas teus conterrâneos que olhavam a arquitetura de algumas fábricas de S. Paulo com o embevecimento com que eu contemplo a Sé Velha". A evolução que fez somar as tradições ameríndias, africanas, japonesas, alemãs, italianas, entrelaçadas com as portuguesas fundadoras da unidade territorial e política de uma das emergentes grandes potências do passado colonial, foi assim de longe prevista, e até como que prefigurada, pelo apaixonado observador que era Miguel Torga.

       Adriano Moreira, DN, 16/09/2015 

 


Título: Traço de União - Temas Portugueses e Brasileiros

Autor: Miguel Torga

Colecção: Não Ficção

Nº de páginas: 128

Ano de edição: 2016

Formato: 144 x 202 mm

Acabamento: brochado

ISBN: 9789898766342

Código editor:

PVP: 14,84€

Leia um excerto do livro



Outros livros que lhe poderão interessar

Junte-se a nós no facebook e twitter