Fernando Dourado Filho

Fernando Dourado Filho (Garanhuns, Pernambuco — 1958) escreve regularmente para o Jornal do Commercio, as revistas Será? e Amanhã, e para o blog “Ao redor do mundo”. Tem artigos publicados no portal SAPO e três livros de contos editados em Portugal. Autor de vasta gama de crónicas e ensaios sobre negociação intercultural — onde narra o dia a dia da vida globalizada de Tóquio a Marraquexe —, este é seu primeiro romance epistolar. Trota-mundos de vocação, poliglota e quadro de corporações de atuação mundial, divide o tempo entre São Paulo, onde vive desde 1981; o Recife, sua alma mater; e onde mais no planeta houver uma boa conversa sobre literatura contemporânea. Perguntado sobre Carta a Portugal, desconversa: “Prefiro ouvir o que dirão os leitores, em especial os da lusofonia. Desconfio que teremos muito a debater nos próximos anos.”

Obras deste autor: