Francisco Rodrigues Pereira

Francisco Rodrigues Pereira nasceu em Vila Franca de Xira no ano de 1953. Aos seis anos corrigiu o então cardeal-patriarca de Lisboa, que numa homilia se havia enganado a dizer o nome de Vila Franca de Xira. Aos nove anos chumbou no exame de instrução primária e dias depois foi aprovado com distinção nos exames de admissão aos liceus e às escolas técnicas. Aos treze anos era o único secretário nacional da Juventude Escolar Católica que tinha a menção “Ateu” nas observações da sua ficha diocesana. Aos vinte e dois foi um dos últimos portugueses a sair de Timor, onde leccionava Matemática e Físico-Química num colégio de padres jesuítas, e, com três companheiros, fez-se ao mar na barcaça Laleiaem busca de um cargueiro que encontraram horas depois, durante a madrugada, e os levou para a Austrália. Depois de ter sido sucessivamente director e administrador de empresas nacionais e internacionais de publicidade e de produtos de grande consumo, tornou-se cozinheiro num clube e escritor.

 

Obras deste autor: