António Guedes de Amorim

António Guedes de Amorim nasceu em Sedielos, Peso da Régua, a 11 de Março de 1979. Primeiro no Porto e depois em Lisboa, fez-se jornalista e escritor, tendo sido redactor do jornal O Século e da revista O Século Ilustrado. As suas raízes durienses e as suas preocupações sociais invectivaram-no na escrita de ficção, de cunho neo-realista, com especial destaque para o romance Aldeia das Águias, vencedor em 1939 do Prémio Ricardo Malheiros da Academia das Ciências de Lisboa. Afastou-se posteriormente da ideologia marxista para abraçar um catolicismo militante, chegando a professar como Terceiro Franciscano. A partir daí escreveu dois livros de grande sucesso: Francisco de Assis, Renovador da Humanidade, e Jesus Passou por Aqui, relato da sua viagem à Terra Santa e vencedor do Prémio Cervantes. 

Morreu em Lisboa a 11 de Março de 1979, sendo sepultado apenas envolvido no hábito franciscano, que levou por mortalha a caminho do cemitério do Alto de S. João. 

Obras deste autor: